PAZ E EQUILÍBRIO NAS RELAÇÕES FAMILIARES: DAS OFICINAS SISTÊMICAS EDE PARENTALIDADE ÀS AUDIÊNCIAS DE CONCILIAÇÃO E SESSÕES DE MEDIAÇÃO - PRIMEIRAS IMPRESSÕES

Camila Carolina Mafra Martins

Resumo


Com o presente trabalho busca-se demonstrar que o sistema judicial brasileiro tem contribuído para a evolução da garantia da ordem jurídica justa e do acesso à justiça, através dos meios autocompositivos de solução de conflitos, bem como, estimulando as práticas restaurativas, permitindo que o conflito entre as partes tenha um tratamento adequado e diferenciado. Além disso, com este artigo objetiva-se mensurar, especificamente nos processos de natureza familiar, a aplicação de instrumentos, como a implementação de palestras e oficinas, com abordagem sistêmica, além de outras ferramentas, que aliadas às audiências de conciliação e sessões de mediação possibilitam uma prestação jurisdicional mais eficaz e célere.

Palavras-chave


Conciliação; Mediação; Direito Sistêmico no Judiciário.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/revistadaesmesc.v25i31.p265

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da ESMESC, Florianópolis, ISSN 1519-8731 (impresso), ISSN 2236-5893 (eletrônica).