FAMÍLIA, EDUCAÇÃO E SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA - A EDUCAÇÃO FAMILIAR COMO PROPOSTA À CONVERGÊNCIA DE UM PLANETA SUSTENTÁVEL

Julio Cesar Bernardes

Resumo


O presente artigo tem por objetivo discorrer sobre a educação familiar como processo de aprendizado primário do ser humano, justificando sua importância para o desenvolvimento da personalidade e crescimento cognitivo da criança e do adolescente, em especial, como instrumento de educação para a sustentabilidade. A educação familiar é recurso viável para a disseminação da educação para a sustentabilidade entre crianças e adolescentes. A implantação da cultura de sustentabilidade global e preservação do meio ambiente requer a aplicação de políticas públicas, projetos e ações por parte do Estado e da sociedade, voltados ao aprendizado desses temas no ambiente familiar. Para produção do texto utilizou-se, na fase de investigação e no relatório da pesquisa, o método indutivo.

Palavras-chave


Educação Familiar; Sustentabilidade; Família.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/revistadaesmesc.v25i31.p179

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista da ESMESC, Florianópolis, ISSN 1519-8731 (impresso), ISSN 2236-5893 (eletrônica).