ESPÍNDOLA, R. S. Lei ficha limpa estadual e limites constitucionais de sua produção legislativa: análise da "inacessibilidade a cargos em comissão" por condenados por improbidade administrativa sem trânsito em julgado - o caso da lei catarinense. Revista da ESMESC, [S. l.], v. 18, n. 24, p. 111–152, 2011. DOI: 10.14295/revistadaesmesc.v18i24.25. Disponível em: https://revista.esmesc.org.br/re/article/view/25. Acesso em: 27 set. 2022.